728 x 90

Povo Preso

Por Bruno Bravo e Carlos Fraga

Em 2018, o povo foi privado de sua única arma: o voto livre. Em 2022, o voto será respeitado?

O projeto

Em 2018, entre a prisão do ex-presidente Lula e as eleições presidenciais, fomos conversar com pessoas do povo sobre o que estava acontecendo. Encontramos mulheres e homens desalentados pela perda de direitos, de renda e de liberdade.

Vimos de perto e registramos com nossas câmeras as consequências nefastas do golpe de 2016 e a perplexidade com a proibição de Lula concorrer às eleições. O povo estava indignado, triste, sem perspectiva, aprisionado na pobreza e na perda do direito ao voto livre.

Filmamos a casa onde Lula nasceu. Abandonada como o povo brasileiro, mas de pé. Percebemos ali que não apenas Lula não havia abandonado o povo, mas também que o povo não havia abandonado Lula, apesar de não saber muito bem como reagir àquele massacre político, jurídico e midiático.

A liberdade e a recuperação dos direitos políticos por Lula abriram uma nova fresta de esperança para todos nós que defendemos a democracia e a justiça social. Mas, sobretudo, para esse povo sofrido, para aqueles que mais têm perdido com a destruição em curso.

Queremos continuar contando essa história. A história da prisão do povo brasileiro pelas oligarquias nacionais e pelas forças estrangeiras dispostas a tudo para roubar nossas riquezas e nossa liberdade.

Pretendemos revisitar as pessoas entrevistadas em 2018 para que elas digam como estão se sentindo hoje, o que elas esperam da eleição que se avizinha e o que estão dispostas a fazer para resistir e virar o jogo. Além delas, queremos dialogar também com outros personagens, de outras comunidades, como indígenas e ribeirinhos da Amazônia e quilombolas da Bahia.

Por isso, pedimos a sua colaboração. Fizemos a primeira parte deste documentário, em 2018, com recursos próprios. Para continuar, precisamos do engajamento daqueles que entendem a necessidade de registrar esse período trágico de nossa História pela perspectiva dos mais vulneráveis, dos que mais perderam com o Golpe e com o alijamento político de Lula.

Essa nova fase do documentário, se viabilizada por vocês, ocorrerá em pleno ano eleitoral, com Lula candidato e líder nas pesquisas. Será lindo acompanharmos a mudança de ânimo do povo com a possibilidade de ter novamente um representante legítimo na Presidência da República. Sabemos que não será fácil, mas haverá esperança e luta. É isso que queremos registrar, construindo um documento cinematográfico histórico que estará disponível a todos.

Contamos com seu apoio e desde já agradecemos!

Atenção: aqueles que querem apoiar mas não desejam ter seus nomes divulgados ou preferem não receber nenhuma das recompensas devem enviar mensagem para carbrunolos@gmail.com

Para fazer sua contribuição e apoiar o projeto acesse o seu link no catarse.

Orçamento:

Além da primeira fase de produção, concluída em 2018, o documentário prevê mais três etapas: pré-campanha eleitoral, campanha e pós-campanha (desdobramentos, repercussão, reação do povo ao resultado eleitoral). O valor previsto para a realização deste documentário, que não terá fins lucrativos, será utilizado para custear, entre outros gastos, viagens para cerca de cinco estados (passagem, hospedagem/alimentação), deslocamentos dentro dos estados e cidades, parte dos equipamentos e para remunerar a equipe de profissionais, que contará com cinegrafistas, produtor, fotógrafo, roteirista e diretor.

Compartilhe
Grupo Prerrô
ADMINISTRATOR
Perfil

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Mais do Prerrô

Compartilhe